Como desmotivar os seus colaboradores em 7 passos

desmotivar colaboradores

Tem reparado que os seus colaboradores andam demasiado felizes no trabalho? Bastante dedicados e motivados? Gostaria que eles odiassem a segunda-feira e entrassem em desespero pela hora de saída desde o momento em que entraram na empresa? 

 Veja então alguns exemplos de como fazer isso. 

Não reconheça o seu trabalho e não lhes dê mérito

Porque é que tem de reconhecer o trabalho dos seus colaboradores? Não são pagos para trabalharem? Porque haveria de dar uma “palmada nas costas”, dar alguns elogios pelo seu desempenho? Para quê motivar? Para quê dizer que foi graças a ele que conseguiram entregar o trabalho dentro do prazo? Não se incomode com isso.

 

Comunique unilateralmente

Sempre que for transmitir algo não deixe ninguém intervir, você é o chefe eles só têm de fazer o que você manda.

 

Nunca lhes peça opinião nem lhes permita participar nas decisões

Mais uma vez, eles só têm de fazer o que manda, porque razão é chefe? Não é por saber tomar as decisões certas? Porque haveria de precisar de ajuda de colaboradores? Como se fossem melhorar alguma coisa, estão ali para trabalhar não para questionar o que diz.

 

Não lhes dê feedback, ou se der, dê criticas negativas.

Não diga à sua equipa que está tudo a correr bem e que que estão a desempenhar bem as suas funções, apenas se pronuncie quando as coisas correrem mal. Nesse caso, berre com eles, intimide-os, diga-lhes que nem o seu trabalho sabem fazer direito. Nunca lhes diga como melhorar.

 

Trate-os como números/ mais uma peça da máquina com que trabalham

Porque os deveria tratar como indivíduos se o que importa no final é quanto eles produzem?  Os números não mentem e o que interessa são os resultados, se eles não fizerem haverá quem os substitua!

  

Sobrecarregue-os de trabalho

Principalmente aqueles que mais bons resultados têm! Se são bons e conseguem fazer tudo a tempo, então podem fazer mais algumas tarefas! Ficarão mais produtivos, mesmo que andem de rastos, stressados e que tenham de ficar até mais tarde. É chefe, se quiser interromper uma tarefa que um colaborador esteja a fazer para desempenhar uma tarefa extra, pode e deve! Afinal é ou não é o chefe?

 

Controle-os ao máximo

Não confie nos seus colaboradores! Controle-os sempre! Esteja sempre a perguntar por aquele trabalho que só tem de ser entregue no mês que vem. Vigi-os para ter a certeza que estão a fazer aquilo que mandou fazer e que não perdem tempo a falar uns com os outros. Repita vezes sem conta que o trabalho tem de aparecer feito!

 

Atenção! Não seja como estas pessoas, faça tudo ao contrário do que acabou de ler!

Seja um exemplo a seguir!

 

Fonte: Linkedin

 

Através da forma como responde às questões, a empresa poderá ver o seu nível de pro-atividade, capacidade de comunicação e interesse na vaga.

 

Como utilizar o telefonema antes da entrevista de emprego em sua vantagem?

 

§  Quando não conhecer o número de telefone que o está a contactar, atenda a chamada de modo profissional.

§  Mostre-se entusiasmado com a oportunidade.

§  Lembre-se da pesquisa que fez sobre a empresa (o recrutador poderá “testar” os seus conhecimentos).

§  Demonstre confiança! A empresa quer entrevistá-lo, por isso está interessada no que tem para dizer.

§  Se a empresa perguntar quando seria uma boa altura para a entrevista, dê uma resposta fechada. Pode sentir-se tentado a dizer “quando lhe der mais jeito” para garantir que o empregador fica satisfeito … mas assim não mostrará qualidades de um líder. Diga “Que tal quinta-feira da parte da manhã? A que horas lhe daria jeito?”.

§  Utilize linguagem formal. “Yah”, “Tá bem”, “Fixe”, “Xau” e outras palavras semelhantes são proibidas.

§  Decore o nome da pessoa com quem está a falar ao telefone e utilize ocasionalmente durante a conversa. Criará uma relação emocional ainda antes da entrevista de emprego.

 

 

Fonte: Alerta Emprego

Siga-nos através
Linha de Apoio ao cliente
+351 253 654 082

Newsletter

Receba as nossas novidades no seu email