Linguagem Corporal numa Entrevista

linguagem corporal-01

 Os gestos, as expressões faciais e a postura corporal intensificam a mensagem que queremos passar com aquilo que dizemos. Numa entrevista de emprego a linguagem corporal é ainda mais importante, influenciando o resultado da mesma.

Sabia que estudos afirmam que a linguagem corporal vale mais de 60% do processo de comunicação?

A maneira como o corpo se manifesta pode reforçar as suas ideias e o que está a dizer ou fazer o contrário, mostrando uma imagem de insegurança, sendo automaticamente prejudicado.  Mas pode aprender a transmitir uma linguagem corporal correta, é necessário treinar a interiorização do que dizemos com aquilo que o corpo manifesta.

Primeira Impressão. Quando o entrevistador faz o primeiro contacto consigo a primeira impressão tirada nos primeiros seis segundos é crucial para o resultado da entrevista. A comunicação é o mais importante, a maneira de como se dirige ao entrevistador tem de ser com o corpo direito, olhar em frente, estabelecer contacto, face descontraída, aperto de mão firme, mas com cuidado para não aleijar o entrevistador. Todos esses pontos são fundamentais para que o entrevistador não fique com uma primeira má impressão que não dá para retirar. 

Corpo em sintonia com as palavras. Nesta segunda fase é importante mostrar uma imagem de confiança, sente-se bem, com o tronco direito e ligeiramente inclinado para a frente, evite estar para trás na cadeira com uma postura demasiado descontraída e com os braços caídos. 

Como ter as pernas e os braços. O cruzamento das pernas é um sinal de confiança e conforto psicológico, no entanto deve-se evitar o cruzamento “do quarto”, pois é um movimento que pode indiciar uma postura de conquista de território não sendo apropriada para uma entrevista de emprego. Deve-se evitar o cruzamento dos braços pois dá a entender que está desconfortável, mostrando uma certa insegurança com as perguntas que estão a ser questionadas pelo entrevistador

Mãos, parte fundamental. Devem estar sempre à vista como forma de transmitir credibilidade, de certa maneira colocando-as fora da vista do entrevistador mostra que está desconfortável com a entrevista, levando a que o entrevistador duvide das suas respostas.

Cara: Contacto visual. Deve procurar manter uma expressão alegre e positiva, não em demasia, mantendo contacto visual com o entrevistador, mas saiba os limites e não tente fazer pressão com o olhar ou mostrar que quer dominar a situação, seja natural. Nunca diga que não ou interrompa, se houver algo que não esteja a gostar pode olhar para baixo com a face neutral ou caso queria esconder o desgosto continue a estabelecer contacto visual com um sorriso. 

Fonte: net-empregos

 

 

Siga-nos através
Linha de Apoio ao cliente
+351 253 654 082

Newsletter

Receba as nossas novidades no seu email